segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Cláudia



Cláudia é a forma portuguesa feminina de Claudius, com base em “claudus”, ou seja, “Coxo, manco”. O significado não é dos mais prometedores, mas é um nome que tem sua elegância por lembrar imediatamente o Império Romano. Esse nome é mencionado brevemente no Novo Testamento, por Paulo em sua segunda carta a Timóteo. Como um nome cristão, foi muito raro até o século XVI.

Na Itália Claudia ficou particularmente em voga na década de 1980: encontra-se consistentemente entre os vinte maiores nomes mais usados para os bebês italianos, de 1980 até 1988. No Brasil a diferença se dá apenas por uma década, afinal, Cláudia é um nome datado e típico dos anos 70.

Não é apenas uma especulação com base nas pessoas chamadas Cláudia que eu conheço: Cláudia é o nome de 359.494 pessoas, tornando assim esse nome o 66º mais popular do Brasil em termos gerais, considerando o período compreendido entre a década de 30 até os anos 2000. O pico dos registros foi nos anos 70, onde mais de 154 mil pessoas com esse nome nasceram, se constituindo em quase metade do montante total.

Cláudia Abreu
O único estado onde Cláudia é um nome raro em todos os aspectos é o Acre: foram apenas 586 meninas nascidas com esse nome durante todos os setenta anos que abrange a pesquisa. A popularidade pode talvez ser explicada pelo sucesso da atriz e modelo Cláudia Raia (que na verdade se chama Maria Cláudia), que teve início nessa época, já que seus primeiros trabalhos foram aos treze anos de idade.

Os compostos Ana Cláudia e Maria Cláudia também tiveram uma difusão razoável no Brasil.

Pelo mundo afora, Claudia, sem acento é um nome muito conhecido. Veja:

Nos Estados Unidos, ele nunca ficou fora do top 1000 desde 1880 (quando os dados começaram a ser disponibilizados). Em 2015, ele ficou na 741ª posição, mas em determinadas décadas ficou dentro do top 100.

Na Suíça, apareceu dentro do top 100 pela última vez em 2000, na 94ª posição, sendo que o auge de registros foi nas décadas de 60 e 70. Em 1965, 1966 e 1967 Claudia chegou a ficar na 2ª posição.

Na Espanha, Claudia é um nome imensamente popular agora: em 2014 ele fechou o balanço no 14º lugar, mas já esteve em 5º em 2006, e aparece muito bem posicionado entre as 15 primeiras posições desde 2002.

Cláudia Raia
Na Romênia, Claudia apareceu no único ranking disponível em 2009, na 49ª posição. O que leva a crer que seja um nome fácil de encontrar em crianças, nesse país.

Em Portugal, Cláudia apareceu na 84ª posição em 2012, mas saiu do top 100. No ano de 2015, segundo a lista disponibilizada pelo IRN, Cláudia teve apenas 29 registros.

Na Nova Zelândia, estava no 91º lugar em 2004, depois saiu do top 100. Penso que deva estar dentro da mesma situação que a Romênia, com facilidade de encontrar crianças com o nome hoje em dia.

Na Holanda, esteve em 91º lugar em 2004.

Na Galícia, Claudia estava no 19º lugar em 2013, sendo um local de língua espanhola influenciado pela Espanha, e se mantem em posições dentro do top 20 desde 2005. Assim como a Catalunha, em que o nome fechou na 13ª posição em 2013, mas já está nesse ritmo há mais de uma década.

Já na França, ele já esteve em posições melhores no início dos anos 2000, mas ainda permanece dentro do top 500, e em 2009, ficou na 456ª posição.

Na Inglaterra, Claudia ficou em 306º lugar no ano de 2014, mas já esteve por volta da 150ª posição na segunda metade da década de 90.

No Chile, em 2006, o nome estava na 54ª posição. E por último, a Austrália, onde em 2010, Claudia fechou na 83ª posição.

Cláudia Leitte
Imagino que a maioria que vai ler esse texto e atentar para os dados de popularidade de Claudia ao redor do mundo, vai se surpreender enormemente com sua presença em vários rankings de países com línguas muito distintas. Nesse sentido, Claudia é um nome bastante internacional, reconhecido em várias línguas, usado em vários países, e dificilmente uma brasileira com esse nome teria problemas em morar no exterior.

No Brasil, em listas recentes, Cláudia anda com pouco prestígio. Na lista da Arpen/SP de 2015 – que abrange o estado de São Paulo – foram 5 meninas chamadas Cláudia (com acento) e 25 Claudia (sem acento). No ano anterior, as duas grafias somaram 29 registros. Agora, a fama da cantora Claudia Leitte pode reavivar o interesse dos brasileiros pelo nome, embora a maioria das pessoas com esse nome encaixem-se na categoria das atuais mães, e não de bebês e crianças.

Também tivemos 9 Maria Cláudia e 55 Ana Cláudia, somando as duas grafias com e sem acentuação.

Pessoalmente, acho que a popularidade de Cláudia já ficou para trás pelo menos 30 ou 40 anos, de modo que talvez, mais alguns anos e ele poderá ser recuperado, como um nome elegante e com ótimas conexões históricas. O único ponto negativo que vejo em Cláudia é o significado – não quer dizer que todas as pessoas com o nome vão ser mancas ou coxas – mas não é um significado que eu gostaria de explicar para uma filha;

Variante: Gladys (inglês).

Formas masculinas: Claud, Claude (inglês), Claudio (Italiano), Claudio (espanhol), Claudiu (Romeno), Claudius (romano antigo);

Outras linguagens: Klavdiya (Búlgaro), Klaudija (Croata), Klaudie (Checo), Claude, Claudie, Claudette, Claudine (Francês), Clodia, Claudina (italiano), Klaudia (Polonês), Cláudia (Português), Klavdiya, Klava (Russo), Klaudia (eslovaco), Klavdija (esloveno), Klavdiya (Ucraniano), Gladys (galês).

Referências:

Claudia Antonia, filha do imperador romano Claudius.
Claudia Ottavia, filha do imperador Claudius e mulher de Nero.
Claudia da França, duquesa da Bretanha e rainha da França.
Claudia Cardinale, atriz italiana.
Claudia de' Medici, arquiduquesa da Áustria.
Claudia Gerini, atriz e cantora italiana.
Claudia Koll, atriz italiana;
Claudia Muzio, soprano italiana;
Claudia Schiffer, supermodelo e atriz alemã.
Cláudia Raia, atriz e modelo brasileira;
Cláudia Leitte, cantora brasileira;

Cláudia Abreu, consagrada atriz de teatro, cinema e televisão
Cláudia Rodrigues, atriz e comediante brasileira. 





.