segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Electra

.

Electra é a forma latinizada do nome grego Ηλεκτρα (Elektra), derivado de ηλεκτρον (elektron) que significa "âmbar" ou então “brilhante, cintilante como âmbar”. Ele é encontrado ainda na grafia Elektra, embora eu ache esse K aí no meio péssimo, e também Elettra (no italiano). Na Wikipédia italiana apresenta-se também Elettro, uma variante masculina.

A palavra eletricidade tem a mesma raiz etimológica: Os filósofos gregos, como por exemplo, Thales, de Mileto, no ano 600 a.c., já sabiam que ao esfregar uma peça de âmbar com um pedaço de lã ou pele, eram capazes de conferir ao âmbar a propriedade de atrair pequenos pedaços de palha. A palavra elétron, aliás deriva da palavra âmbar (elektron), em grego. Esta constatação originou a ciência da eletricidade.

Na mitologia grega, há pelo menos quatro personagens com esse nome, sendo a mais importante delas a filha de Agamenon e Clitemnestra, irmã de Orestes, que ajuda seu irmão a assassinar a mãe e o seu amante, Egisto, em vingança pela morte do pai. Algumas correntes da psicanalise usam o termo “complexo de Electra” para definir o desejo da filha pelo pai, assim como “Complexo de Édipo” definiria o desejo do filho pela mãe. Entretanto, a maioria dos psicanalistas usam a segunda opção para ambos os casos, sem distinção.
O nome Electra encontra-se ainda na versão Elektra (grego) e Elettra (italiano). A Electra citada acima não é a única da mitologia grega. Temos ainda: Electra, uma das Plêiades, filha de Atlas, que teve vários filhos com Zeus: Dardano, Iásio e, segundo algumas versões, Harmonia. E mais, Electra, filha de Oceano e Tétis, segundo Hesíodo, mãe de Íris por Taumante. E Electra, uma das Deiades, uma das 50 filhas do Rei Dánao.

Obviamente, o nome Electra faz pensar automaticamente em eletricidade e em eléctron. Assim, associo à uma pessoa que não consegue parar nunca de fazer barulho, bagunçar, mexer em alguma coisa. Em resumo, alguém que não consegue ficar parado e tem energia para dar e vender. Lendo os comentários feitos no Behind The Name, algumas pessoas disseram lembrar uma garota roqueira, punk, de estilo alternativo. Uma outra pessoa diz que o nome serve melhor para uma personagem de uma super vilã com poder de relâmpago.

Entretanto, esse é um nome muito incomum e até mesmo dramático, marcante, não seria um nome que as pessoas esqueceriam facilmente. Apesar de ser um nome de tradição clássica que remonta de origens gregas  mitológicas, a associação com “eletricidade” faz pensar em um nome moderno ou até mesmo “futurista”, para alguém nascido no século 23, talvez. Um nome, que literalmente, tem faíscas!

Acredito que Electra é apropriado para um bebê, uma criança, uma adolescente, uma mulher adulta e depois, para uma mulher idosa. É uma escolha ousada e corajosa, isso é certo, mas não vejo como problemática.

Não há registros de Electra ou qualquer outra variação nas listas disponíveis do Brasil, e a julgar pela ausência de dados no Behind The Name, faz tempo que não é usado em nenhum outro país, a não ser talvez, na própria Grécia, da qual não dispomos estatísticas.

Referências:

Geograficamente falando, existe uma localidade no Texas nomeada como Electra.

Electra Mosley, é a vocalista da banda de rock brasileira Fake Number.
Elektra é uma banda irlandesa de pop;
Electra Heart é o segundo álbum de estúdio da cantora e compositora galesa Marina and the Diamonds;
Elektra Natchios — personagem fictícia da Marvel Comics
Electra (Sófocles) — peça do dramaturgo grego Sófocles
Electra (Eurípides) — peça do dramaturgo grego Eurípedes
Elektra (Von Hofmannsthal) — peça do autor alemão Hugo von Hofmannsthal
Elektra (ópera) — ópera do compositor alemão Richard Strauss

Electra Havemeyer Webb (16 de agosto de 1888 - 19 de novembro de 1960) era um colecionador de arte e antiguidades americanas e fundador do Museu de Shelburne em Vermont.





.