sábado, 24 de setembro de 2016

Dom



Bem, já sabemos que a Luana Piovani causou uma grande repercussão em batizar seu primeiro filho somente com o nome “Dom”. Pesquisando no Behind The Name, descobrimos que Dom é a forma curta de Dominic, um nome masculino, forma francesa de Domingos, a partir do latim “Domenicus” que significa “do Senhor”. Geralmente usado para se referir ao Domingo, já que esse é, na tradição católica, o dia consagrado ao Senhor.

Mas para a língua portuguesa, o significado de Dom não para por aí: Dom é a denominação que acompanha certos cargos eclesiásticos (por exemplo, Dom Helder Câmara, etc.). Nesse caso, geralmente em relação a bispos, arcebispos e cardeais.

Também é um título honorífico que precede o nome de batismo, aplicado a monarcas e príncipes, ou membros da nobreza, como no caso de Dom Pedro I e Dom Pedro II (nesse caso, o feminino é “Dona”).

O significado mais legal, entretanto, é como “dádiva, presente”, como por exemplo, “um dom de Deus”, no sentido de “uma dádiva de Deus”. Ainda podemos usar dom com um dote natural, um talento, aptidão, habilidade especial, como por exemplo, ter dom para a música, dom para a arte, etc.

Apesar de curtinho, e apenas com 3 letras, Dom tem uma vibe muito legal, já que é cheio de significado e possivelmente, um bom nome a ser dado a um filho muito esperado.

Quem não gosta de Dom por ser muito curto e parecer apelido, pode usar Domênico ou Dominic para usar o apelido Dom, assim, ele pode ser chamado pelo apelido em ambientes familiares ou íntimos, e por um nome mais longo, mais tarde, no ambiente profissional e formal.

No estado de São Paulo, de acordo com a lista da Arpen/SP (2015) foram registrados 27 meninos chamados Dom. Além do filho da Luana Piovani, uma das causas pode ser o personagem Dom, interpretado pelo Vin Diesel em Velozes e Furiosos, que pode estar inspirando os fãs a escolherem o nome.





.