terça-feira, 14 de junho de 2016

Diógenes


.

Diógenes significa “nascido de Zeus”, do grego Διος (Dios) significando "de Zeus" e γενης (genes) que significa "nascido, nascer". O termo Dios (de Zeus) está presente em outros nomes como Diomedes, Diodoro/Deodoro, Diocles, Dioclécio, etc. Já o termo “genes”, está presente em Orígenes e Eugênio/a. O significado “nascido de Zeus” também pode ter outra interpretação, como “descendente de Zeus”, e por consequência, nobre.

Variantes: Dugen (basco); Diogeno (esperanto); Diogène (francês); Dióxenes (galício); Diogens (letão); Diogenas (lituano); Diohen (ucraniano); Diogenéz (húngaro); Diogene (italiano).

Sua utilização em língua portuguesa é muito pobre, mesmo com a ampla difusão desse nome em personalidades da Grécia antiga, incluindo o filósofo Diógenes de Sinope, conhecido como “Diógenes, o cínico”, fez da pobreza extrema uma virtude, e é contado que teria usado um grande barril como moradia.

Algumas referências: 

Diogenes ou Diogeniano - gramático do século II d.C;
Diogenes ou Diogeniano - General do Império Romano do Oriente (século V)
Diogenes de Apollonia - filósofo do século V a.C;
Diógenes de Atenas - escultor do século I a.C;
Diógenes de Oenoanda - seguidor e divulgador do epicurismo, viveu no século II d.C;
Diógenes de Sinope, conhecido como “O cínico” - filósofo do século IV a.C;
Diogenes de Tarso - filósofo epicurista;
Diógenes Laércio - escritor e historiador de filosofia grego do século III d.C;
Diógenes, o estoico - filósofo do século II a.C.




.