segunda-feira, 2 de maio de 2016

Galena


.

Galena, na verdade, é um mineral composto de sulfeto de chumbo, é o mais importante dos minérios de chumbo e praticamente o único. Fica cristalizado no sistema cúbico, geralmente em octaedros. Tem cor de chumbo, com brilho metálico intenso, e é encontrada comumente na companhia de quartzo, esfalerita e fluorita. Sendo Galena o nome de uma pedra, é exótico e tem um toque especial. O nome vem do grego e significa “minério de chumbo”.

É claro que Galena não é uma pedra exatamente popular, por isso não é das mais comuns em termos de nomes próprios. Mas sendo uma pedra, pode vir a se tornar uma alternativa interessante a outras mais obvias, como Safira, Esmeralda, Ametista, Jade, etc. Por outro lado, é bem parecido com outros nomes próprios, como Madalena, Selena, Verena e Helena, aos quais todo mundo já está bem acostumado.

Na antiguidade, e mesmo hoje em dia em algumas práticas esotéricas, acredita-se que as pedras têm determinados poderes, especialmente no que tange a espiritualidade da pessoa. Galena seria a pedra da paz, da harmonia, da elevação espiritual e da capacidade de comunicação extrasensorial. Assim, ela é considerada uma estabilizadora da mediunidade, para pessoas que o processo ocorre rapidamente ou descontroladamente.

Até então, para mim, esse nome era desconhecido, mas felizmente li sobre ele no Blog dos Nomes, e achei bem interessante. Embora as letras iniciais “Gal” sejam complicadas no Brasil, gostei da sonoridade e considero-o viável. 




.