quinta-feira, 12 de maio de 2016

Cíntia



Cíntia é um nome com muitas qualidades, que já possuiu mais destaque no Brasil em outras décadas, mas agora está esquecido. É ao mesmo, um nome geográfico e um nome mitológico. 

Geográfico por que é a forma latinizada da palavra Kynthia, utilizada para designar o Monte Cinto na ilha de Delos, na Grécia. Mitológico, por que a deusa Ártemis era adorada e onde ela e o irmão Apolo teriam nascido. Assim, Cíntia significa mulher de Cinto.

Porém, além disso, Cíntia também é um epíteto da deusa grega da lua, o que relaciona imediatamente com a mitologia e com a natureza. Esse é um atributo que poucos sabem, sua relação com a lua, e que torna o nome mais encantador.

Outras línguas: Cynthia, Cindi, Cindy, Cindy, Cindy (Inglês), Cynthia, Kynthia (mitologia grega), Cinzia (italiano), Cíntia(português).

De acordo com o Behind The Name, o nome passou a ser utilizado com mais ênfase a partir da Renascença, com a valorização da cultura grega pelas populações européias. Em Portugal, Cíntia só entrou mesmo na década de 70, e em 2014 foram registradas apenas 16 meninas chamadas Cíntia.

14 registros de Cinthia; 9 registros de Cintia; 9 registros de Cynthia; 5 registros de Cíntia; e também: 4 Sindy, 1 Cyntia, 1 Cyndi; 1 Cindie;

Entretanto, o seu diminutivo mais reconhecido internacionalmente é Cindy, que para mim, também acaba tendo certa associação com a Cinderela. Cindy, inclusive, teve 15 registros em 2015 (segundo dados da lista paulista da Arpen).

Já Cíntia, lembra a palavra “cintilante”, e tem um ar mais leve do que Cindy. Como referências internacionais temos as atrizes Cynthia Nixon, Cynthia “Cindy” Crawford e as cantoras Cynthia “Cindy” Lauper e Cynthia Ann Birdsong, das Supremes. No Brasil, temos a bonita modelo Cintia Dicker, nascida no Rio Grande do Sul.





.