quinta-feira, 19 de maio de 2016

Belchior & Melchior

.

Gaspar, Baltasar e Belchior. Segundo a Bíblia, no Novo Testamento, existiram os três reis magos, que visitaram o menino Jesus no dia do seu nascimento e lhe trouxeram ouro, incenso e mirra, guiados pela famosíssima estrela de Belém. Eles foram mencionados apenas no Evangelho segundo Mateus, onde afirma que teriam vindo do leste para adorar a Cristo, nascido Rei dos Judeus. Na Bíblia, não menciona-se seus nomes.

Apesar de ser um nome associado ao Natal, ele não é fortemente vinculado à essa data, como seria Noel, por exemplo. Belchior, também conhecido como Melchior, segundo estudos históricos, não necessariamente seriam reis, mas talvez sacerdotes da religião zoroástrica da Pérsia. Segundo consta, o nome original era Melchior, que foi alterado para Belchior por uma incompreensão linguística.

«Entrando na casa, viram o menino, com Maria sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra. Sendo por divina advertência prevenidos em sonho a não voltarem à presença de Herodes, regressaram por outro caminho a sua terra. » (Mateus 2:11-12)

Na tradição cristã, é comemorado o Dia de Reis no dia 06 de janeiro, e segundo consta, a tradição de trocar presentes seria advinda dos Reis Magos presenteando Jesus. No ritual da antiguidade, ouro era o presente para um rei.
Incenso, para um religioso. E mirra, para um profeta (a mirra era usada para embalsamar corpos e, simbolicamente, representava a mortalidade).

Cerca de 800 anos depois do nascimento de Jesus, eles ganharam nomes e locais de origem: Melchior, rei da Pérsia; Gaspar, rei da Índia; e Baltazar, rei da Arábia. Os nomes de Melquior, Baltazar e Gaspar foram estabelecidos por volta do final do século VIII, pela Igreja Católica Romana. Em hebreu, esses nomes significavam: Melchior/ Belchior era "rei da luz" (melichior), ou “Rei da Cidade”, de acordo com o Behind The Name, combinando os termos melech (rei) e or que significa literalmente luz. Ainda pode ser interpretado como “meu rei é luz”. Gaspar seria "o branco" (gathaspa) e Baltasar seria "senhor dos tesouros" (bithisarea), segundo a Revista Super Interessante.

Em outras línguas temos as variações Melchiorre (Italiano), Melchor (Espanhol), Melker (Sueco). Segundo a Wikipédia Italiana esse nome por lá, na Itália, tem feminino: Melchiora, Melchiorra e Melchiorina, e na Espanha, Melchora.

De acordo com uma tradição medieval, os magos teriam se reencontrado quase 50 anos depois do primeiro Natal, em Sewa, uma cidade da Turquia, onde viriam a falecer. Mais tarde, seus corpos teriam sido levados para Milão, na Itália, onde permaneceram até o século 12, quando o imperador germânico Frederico dominou a cidade e trasladou as urnas mortuárias para Colônia. Segundo historiadores, não são os três reis magos que estão lá enterrados e a tumba é mera simbologia.

Em São Paulo, no ano de 2015, foi registrado 1 menino chamado Belchior e nenhum Melchior. Penso que isso se deva ao sobrenome, que é razoavelmente conhecido do Brasil, como no caso do cantor Belchior (que nasceu Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes). Uma referência atual ao nome é o príncipe Melchior, que nasceu em janeiro de 2014, filho dos Príncipes Maximilian e Alina, de Liechtenstein. Assim, ele foi devolvido à realeza, assim como seu significado.


Melchior. Behind The Name.
Belchior. Wikipédia.
Belchior. O Blog dos Nomes.
Os Reis Magos. Super Interessante.



By








.