domingo, 22 de maio de 2016

Arya

Arya Stark, de Game of Thrones, interpretada
por Maisie Williams. 

O Behind The Name aponta que Arya é um nome indiano, que significa “honrosa, nobre”, em sânscrito, sendo uma transcrição tanto da forma feminina quanto da masculina. Segundo uma submissão de usuário, também significa nobre em persa.

O fato é que não foi a cultura indiana que potencializou o uso do nome nos países de língua inglesa e sim, a série de livros de George R.R Martin, “As Crônicas de Gelo e Fogo”, que acabou sendo adaptada para a série Game of Thrones, exibida pela HBO, e que atualmente está na 6ª temporada.

Nos livros e na série, Arya é a filha mais nova da casa Stark, e segundo os jornais norte-americanos, o nome Arya foi o que mais cresceu no último ano. Ele pulou do 942º lugar em 2010 para o 201º no ano de 2015, um aumento de mais de setecentas posições em apenas cinco anos. Foram, em números, 1634 registros de Arya nos EUA em 2015. Uma subida imensa para pouco tempo, só pode ter algo a ver com a personagem, devido ao sucesso estrondoso da série.

 E não é somente nos Estados Unidos. Na Inglaterra, o nome nem aparecia no ranking antes de 2012, quando surgiu na 437ª posição. No último ranking divulgado, em 2014, já estava em 215º lugar, e a lista inglesa do ano passado não foi divulgada ainda. No Reino Unido, Em 2014, nasceram 244 meninas que receberam o nome Arya.

No Canadá, que divulga apenas o top 100, Arya entrou no ranking no ano de 2014, já na 88ª posição.

A tendência é isso aumentar: o Nameberry, um site especializado em nomes de bebês, publicou uma lista de nomes da cultura pop e mitologia que mais estão em alta e que provavelmente influenciarão os futuros papais e mamães na hora de registrar a certidão de nascimento do recém-nascido. No terceiro lugar ficou Arya, a nossa garota loba de Game of Thrones.

Estamos dando um destaque grande à Game of Thrones por que realmente é um sucesso, mas é importante dar o crédito à outra saga, no caso Eragon, de Christopher Paolini, onde Arya é o nome da princesa dos elfos. Os leitores assíduos conhecem a saga Eragon, que é excelente também e não perde em nada em qualidade – exceto que não foi adaptada para o cinema ou TV.

No Brasil, na lista da Arpen/SP, ainda foram apenas 3 meninas chamadas Arya e 1 Aria. Segundo o Nomes no Brasil (IBGE, Censo 2010), Ária, nessa grafia, é o nome de 694 pessoas, a maioria nascidas na década de 50, e com maior frequência em São Paulo. 

George R.R Martin utiliza várias fontes de inspiração para a criação dos nomes dos seus personagens. Ele já disse em várias entrevistas que inspirou-se em nomes usuais na Idade Média, e também que possui vários livros de significados de nomes para bebês: “Nomes são difíceis. Não há uma resposta fácil para isso. Tenho uma biblioteca de ‘Que Nome Dar ao Seu Bebê’, mesmo sabendo que eu nunca tive um bebê. E estou sempre pegando um livro novo”, contou ele ao Express UK. Ele também revelou que já tentou usar gerador de nomes fictícios online, mas que as tentativas geraram nomes estranhos.

Ainda é importante dizer que na grafia Ária ou Aria, significa “música” ou “melodia” em italiano, ou ainda, literalmente significa “ar”. Uma ária é um solo vocal elaborado, do tipo realizado em óperas, e mesmo sendo italiano não é comum na Itália. Nessa grafia, Aria está presente nos rankings dos Estados Unidos, Inglaterra (170º, 2014), Canadá (13º, 2015), Austrália (34º, 2015), Nova Zelândia (22º, 2015), Irlanda do Norte (53º, 2015) e Escócia (25º, 2015). Em realidade, ao que me parece, as pessoas já eram bem habituadas à grafia Aria, e por isso a personagem Arya só fez com que trocassem a grafia do nome.

Ou seja, nos Estados Unidos, por exemplo, Aria está no 29º lugar, uma posição muito favorável, que significa consideráveis 6371 registros. Game of Thrones, nesse caso, somente deu empurrão na mudança de grafia, mas o nome já era bem aceito e bem posicionado nos rankings, com uma leve mudança de pronúncia.

Fonte:


Arya