domingo, 10 de abril de 2016

Jesus

Homens de barba   Um estilo de vida que traz de volta a virilidade
.

Jesus é uma das variações de Ιησους (Iesous), que era a forma grega do nome aramaico יֵשׁוּעַ (Yeshu'a). Yeshu'a é em si uma forma contraída de Yehoshu'a, que por sua vez, significa “O senhor é a salvação”.

Outra variante bem conhecida é Josué. Jesus Cristo foi a figura central do Novo Testamento e a fonte da religião cristã. Os quatro evangelhos afirmam que ele era o filho de Deus e da Virgem Maria, que cumpriu as profecias do Velho Testamento sobre o Messias. Ele teria pregado por três anos antes de ser crucificado em Jerusalém.

Outras línguas: Yeshua (aramaico antigo), ESSA, Isa, Issa, Yushua (em árabe), Josu (basco), Iesous (grego bíblico), Yehoshua, Yeshua (Hebraico Bíblico), Iesus, Iosue (Bíblico Latina), Jozua (Holandês ), Joshua (Inglês), Josué (francês), Xesús (Galego), Iokua (havaiano), Yehoshua (hebraico), Józsua (húngaro), Giosuè (italiano), Josué (Português), Jesús, Josué, Chucho, Chus, Chuy (espanhol), Ísa (turco).

Jesus também tem ligação com o hebraico  JHVH, conhecido como um tetragrama inefável, que significa “eternidade de Deus”, pois HVH é o infinito hebraico do verbo “ser” e o prefixo “J” tem a função de levar os verbos hebraicos para o futuro.

Algumas pessoas o consideram pretensioso, no sentido de que se foi usado por Jesus Cristo, o filho de Deus, e coisas do gênero, não pode mais ser usado por ninguém. Bem, consideramos Maomé um nome extremamente caricato por ter sido o profeta do Islã, também podemos aplicar a mesma regra para Jesus. Ele é marcadamente religioso e demasiadamente associado à figura “daquele” Jesus, o que torna realmente complicado seu uso.

Já que a carga religiosa de Jesus é grande, uma variante com bem menos peso é Josué (que por acaso teve 154 registros em SP e 27 sem acento) ou uma das variantes em outras línguas, já citadas, das quais, eu gosto mais de Joshua (que também esteve representado no ranking de SP com 29 registros.

A pronúncia espanhola de Jesus é muito melodiosa, sonora e interessante, mas até educar as pessoas a não pronunciarem o J como português e sim como espanhol, seria uma trabalheira danada e provavelmente, infinita. No enterro da pessoa o padre pronunciaria Jesus com J normal e não Jesus, com aquele som de R arrastado do espanhol.

Em Portugal nasceram 16 meninos chamados Jesus em 2014 e 18 no estado de São Paulo (Arpen/SP), no mesmo ano. 




.