quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Ezequias



Ezequias é uma forma de Hezekiah, que significaria “força de Deus” ou então, “Yahweh fortalece”, a partir do hebraico חִזְקִיָהוּ (Chizqiyahu). No Antigo Testamento, ele é mencionado como um Rei de Judá e um antepassado do profeta Zephaniah.

No texto bíblico, o Rei Ezequias foi o 13º Rei de Judá, e reinou por 29 anos. Foi considerado um dos maiores reis de Judá por causa da sua confiança em deus e sua dependência dele. Ezequias, que seguiu o exemplo do antepassado Rei Davi, restaurou a celebração da Páscoa, reintegrou sacerdotes, combateu a idolatria e culto a deuses pagãos. De acordo com a Bíblia, quando atacado pelos Assírios, o Rei Ezequias orou a Deus, e este o salvou, sendo que um anjo teria exterminado cento e oitenta e cinco mil soldados assírios durante a noite. 

Outras línguas: Hezekiah, Hizkiah (bíblico), Ezekias (grego bíblico), Chizqiyahu (hebraico bíblico).

Apesar da semelhança, Ezequias não é relacionado com Ezequiel. Enquanto Ezequiel vem de Y'hez'qel, Ezequias vem de Chizqiyahu. São nomes com raízes diferentes.

No Brasil, no estado de São Paulo, de acordo com dados da Arpen/SP, tivemos 17 registros de Ezequias no ano de 2014. Já em Portugal, Ezequias não aparece na lista de nomes registrados nem sequer na lista de nomes admitidos, o que surpreende, já que a maioria dos nomes bíblicos está listado com aprovação do governo português.

São poucas as referências encontradas ao nome Ezequias no Brasil. Uma dessas poucas é o ex-deputado federal pelo Piauí, Ezequias Gonçalves Costa, advogado e político brasileiro. 


Para quem pretende escolher um nome bíblico, que não pareça muito estranho aos nossos ouvidos e que, mesmo assim, não seja demasiadamente popular, Ezequias parece ser uma excelente opção. 


By




.