quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Gideão & Gideon

.

Gideão, do hebraico Gid’on, significa “lenhador” em hebraico. Na Bíblia grega e latina é encontrado como Gedeon e em inglês, a grafia é Gideon. Neste caso não só muda a grafia como a pronúncia: Gideon pronuncia-se com o som de “Gui”, enquanto Gideão com o som de “Gi”.

Dos nomes bíblicos disponíveis, é um dos que eu mais gosto, especialmente na versão inglesa. A versão portuguesa pronunciada em “Gi” parece empobrecer o nome, ao mesmo tempo em que a terminação em “ão” o embrutece. A versão inglesa, nesse caso, é mais bonita e sonora aos meus ouvidos.

Talvez seja difícil usar Gideon em países de língua portuguesa pela necessidade de explicar o tempo todo, a pronúncia correta do nome. Mas a graça da versão inglesa se vê no uso: ele se tornou popular no mundo cristão anglófono especialmente depois da Reforma Protestante, e isso nem de perto chegou a ocorrer com Gideão no Brasil ou em Portugal.

Como personagem bíblico, Gideon ou Gideão é um juiz que aparece no livro Juízes (Cap. VI a VIII), e também mencionado na Epístola aos Hebreus como um exemplo de homem de fé. Ele foi o quinto juiz de Israel, que liderou os israelitas contra os midianitas.

Estamos passando por uma época de grande intercambio cultural entre vários países, tanto em termos de cultura quanto em termos de viagens ou imigrações. Nesse caso, se a pessoa em questão tem alguma ligação com países de língua inglesa, eu aconselharia a usar sim Gideon. Porém, se essa não é a sua realidade, eu desaconselharia pelo motivo já citado antes: pronúncia.

Passar a vida inteira explicando como se pronuncia o nome não deve ser nada agradável. No caso de não ter nenhuma ligação, fica melhor Gideão, mesmo que eu não ache nem 10% da mesma graça que tem Gideon.

Mesmo com toda a onda evangélica e a recuperação de nomes bíblicos no mínimo estranhos como Sadraque e Melquesedeque, Gideão não parece ter chamado a atenção das mães/pais evangélicos, pois não há registros dele nas últimas listas disponíveis, nem brasileiras nem portuguesas. 


By




.