quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Fábia





Fábia é a forma feminina de Fabius, cognome romano que significa "feijão", a partir do latim "faba". 

Nunca foi um nome usado de forma indiscriminada no Brasil, foi usado moderadamente em todas as gerações, mas nunca deixou de ser razoavelmente original. Agora, na lista paulistana de nomes oficiais (Arpen/SP, 2014) não há menção do nome Fábia. O povo brasileiro sempre preferiu as versões Fabiana e Fabiane.

Em Portugal, o nome Fábia teve um registro na lista oficial do ano passado. Possivelmente nunca tenha sido um nome de grande expressão em terras lusas. Entretanto, devemos considerar que existe uma cantora portuguesa nascida em 1988 chamada Fábia Cardoso. Então, em algum momento ele teve alguns usuários por lá.

Acredito no potencial de Fábia pelo fato de ser: 1) um nome pouco aberto a estropiações; 2) por ser um nome curto, é pouco propenso a apelidos/alcunhas; 3) embora seja antigo, de origem romana, é bastante jovial, divertido e moderno, permanece com um ar fresco e juvenil; 4) é uma tendência atual dos pais escolherem nomes curtos, de no máximo cinco letras, onde Fábia se encaixa perfeitamente; 4) a sonoridade do nome é interessante, pela acentuação na primeira sílaba e a terminação incomum, diferenciada de terminações femininas mais usuais (ana, ele, ara, etc). 

Como referência podemos usar a imperatriz consorte bizantina Fábia Eudóxia, que acabou ficando conhecida apenas pelo segundo nome, primeira esposa do Imperador Heráclio, governando ao lado do marido de 610 a 612 d.C. Além desta, podemos citar Fábia, filha do patrício romano Marco Fábio Ambusto que foi uma mulher romana cujo papel foi importante na aprovação da lei que obrigou que um dos dois cônsules romanos fosse um plebeu. 


By





.