sábado, 3 de outubro de 2015

Angélica



Angélica, em português, é praticamente um nome literal, na medida em que se constitui em um adjetivo, usado para referir-se a uma pessoa angelical, uma qualidade de quem tem semelhança ou tem atitudes parecidas com os anjos.

O nome em si é derivado da palavra em latim "angelicus", que quer dizer "angelical", em última análise relacionada com o grego Angelos, que quer dizer mensageiro. Os poetas Boiardo e Ariosto usaram este nome em seus poemas "Orlando" (1495 e 1532), onde ele pertence a moça que é a amada de Orlando. Tem sido utilizado como nome próprio desde o século XVIII. 

Variante:  Anjelica (Inglês)

Outras línguas: Angelika (Checo), Angelique, Lieke (holandês), Angélique (francês), Angelika (alemão), Angeliki, Kiki (grego), Angyalka (húngaro), Angelika, Andzelika (polonês), Angélica (Português), Angelika (eslovaco), Angélica (Espanhol)

No  mundo de fala inglesa, é famoso através da atriz americana Anjelica Huston, que é conhecidíssima no Brasil através de sua personagem Mortícia Adams em "A Família Adams". 

No Brasil, temos a apresentadora Angélica, que protagonizou programas de palco infantis na década de 80 e hoje é casada com o também apresentador Luciano Huck. 

É um nome que ganhou popularidade por conta da apresentadora, mas que agora tem sido um pouco abandonado. Podemos concluir isso por amostragem, uma vez que em São Paulo (estado), segundo dados da Arpen, em 2014 foram registradas apenas 38 meninas com o nome Angelica (sem acento) e 54 chamadas Angélica (com acento). 




By



.