quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Alzira



Alzira é a forma latina de Alzire, nome usado por Voltaire para sua heroína da peça "Les Américains" ou "Alzire" (1736), sobre uma jovem peruana indígena, filha de um chefe poderoso. Aparentemente, sua origem seria na língua germânica, através dos elementos al (tudo) e zire (beleza, ornamento). 

Mais tarde, Verdi produziu uma ópera baseada na peça, chamada "Alzira" (1845), em que a heroína tem o mesmo nome. A história se passa em Lima e outras regiões do Peru em meados do seculo XVI. Confira a Sinopse da ópera: 



Zamoro, chefe Inca que ama e é amado por Alzira, filha de outro chefe, foi feito prisioneiro pelos invasores espanhóis e dado por morto. Por isso sua tribo está sedenta de vingança. Mas ele conseguiu  salvar-se e volta para sua nação.
Nesse meio tempo Alzira e seu pai são retidos no palácio de Gusmano, o filho do Governador que também ama a moça.
Depois de algumas peripécias, Zamoro é recapturado e condenado à morte. Gusmano propõe a Alzira o seguinte trato: se ela casar com ele Zamoro terá vida poupada. Ela aceita.
Mas, mais uma vez, Zamoro  escapa e, apunhalando Gusmano no momento em que se dirige ao altar com   sua noiva. Antes de morrer Gusmano perdoa o crime e reúne o casal apaixonado.



É ainda, o nome de uma cidade espanhola, na província de Valência, na Espanha. Como nome próprio, foi popular nas gerações anteriores. É comum encontrarmos senhoras já idosas com o nome Alzira, e algumas mulheres mais maduras, mas raramente encontramos crianças ou jovens. 

Em Portugal, pelo menos, foi registrada uma menina com Alzira como primeiro nome. Como segundo nome, é possível encontrar em outros três registros. 

Voltaire usou esse nome para sua heroína, e isso seria motivo para considerarmos um nome de imensa cultura. Além disso, o nome foi usado por Émile Zola no seu romance 'Germinal". 



By



.